Seja bem-vindo ao nosso site!
ÁREA RESTRITA
Abrir Menu

Tire suas dúvidas através do nosso sistema de pergunta e resposta abaixo

A calibração nada mais é do que um processo de ajustes e suas indicações de valores de um instrumento de medição, esse processo definirá se os resultados de desempenho do equipamento estão de acordo com os valores aplicados, ou melhor, calibrados.

 

De modo amplo, a calibração deve ser realizada em todos os instrumentos de medição que influenciem na exatidão dos valores, métricas ou dados em ensaios praticados. Isto inclui também os equipamentos de vinculação indireta, como, por exemplo, instrumentos de controle das temperaturas em ambientes específicos.

 

Existe alguns produtos nos alimentos (carnes, queijos, congelados, etc) e nos medicamentos (em especial os oncológicos) que necessitam ficar em temperatura específica, do contrário esses produtos perdem suas propriedades até chegando a um estrago completo ou perda total. Imagina só, se um galpão refrigerado cheio de carne está com o seu termostato desajustado e não existe nenhum sensor medindo as temperaturas ou disparando alarmes em caso de falha. Uma situação como essa, em finais de semana, por exemplo, leva todo a carne armazenada para o lixo e tudo porque o termostato não estava calibrado, medido e verificado. Situações como essa também podem ocorrer na saúde, dentro de um hospital infelizmente!

 

Quando efetuar a calibração de instrumentos de medição?

Para saber como ou quando proceder com a calibração, deve-se obedecer o intervalo correto de manutenção, para isso, basta seguir a recomendação estipulada no manual do fabricante e permanecer atento a certas recomendações. Em caso de equipamentos que sejam inclusos em prestações de serviços é válido verificar se a empresa inclui a calibração como item a ser realizado pela equipe. Em resumo, o tempo entre uma calibração e outra depende do equipamento, por exemplo, no caso de sondas de temperatura e sensores do tipo é necessário fazer calibração ao menos 1x por ano.

 

O uso inadequado ou sob condições que possam deteriorar as características (ou que não competem ao equipamento aquelas condições) e componentes, são os maiores indicativos da necessidade de calibração.

 

Nesse sentido, mesmo quando um equipamento retorna do conserto, é importante aferi-lo e calibrá-lo novamente, pois é preciso verificar se o equipamento consertado permanece nas especificações metrológicas. O mesmo procedimento vale para um equipamento novo.

 

É importante ressaltar que ao utilizar serviços externos de calibração, a rastreabilidade da medição necessita ser assegurada por laboratórios competentes, capazes de realizar a medição e a rastreabilidade.